Estudo Diz que Álcool Pode Ajudar a Falar Melhor Outras Línguas

Falar em outras línguas é um dos desafios mais complicados que podem existir quem começa a estudar um novo idioma e as pessoas tendem a buscar ajuda para conseguir atingir o objetivo de falar fluentemente em uma língua que não é a sua materna.

Uma das estratégias mais populares é o álcool com a ideia de que ele pode ajudar "acalmar os nervos" e ser mais natural quando se fala. No entanto, está provado que o álcool pode afetar as funções motoras e que, na verdade, é um placebo para que as pessoas se sintam mais confiantes e acreditem que estão indo bem.

PORÉM, pesquisadores alemães e holandeses planejaram uma experiência para ver se beber realmente ajuda as pessoas a falar melhor. Os sujeitos do estudo foram 50 nativos alemães que estudam na Universidade de Maastricht na Holanda, que consumiam álcool e que tinham um nível aceitável de holandês.

Imagem: Pixabay

O experimento consistia em dar água a metade dos participantes e ao outro uma bebida alcoólica equivalente a meio litro de cerveja, dependendo do peso de cada um.

Então eles tiveram que manter uma conversa com dois interlocutores cuja língua nativa era o holandês. Cada um avaliou a fluência da conversa e os pesquisados ​​tiveram que se autoavaliar de acordo com o que sentiram na interação linguística.

A grande surpresa foi que aqueles que beberam álcool tiveram um desempenho melhor depois de computar as notas. A grande diferença foi a pronúncia melhorada por parte daqueles que consumiram a cerveja. Enquanto em outros aspectos, como gramática, vocabulário e argumentação, o resultado foi semelhante entre os dois grupos.

Os participantes não estavam cientes de ter feito melhor e principalmente acreditavam que seu desempenho teria sido o mesmo sem a bebida. Os autores da publicação feita no Journal of Psychopharmacology esclarecem que a dose de álcool era pequena e que em níveis altos não pode ter o mesmo resultado.

Por outro lado, se você beber excessivamente, a pronúncia pode ser muito pior do que se você não tivesse bebido.

Outro detalhe é que as pessoas que estavam no estudo sabiam que haviam bebido e isso pode haver gerado um um efeito psicológico e não biológico.

A conclusão do estudo é que: doses pequenas a moderadas de álcool podem reduzir a ansiedade da língua e permitir uma conversa mais fluida em línguas diferentes das nativas.

Saúde 🍺 (No idioma que você deseja aprender!)

Via: Semana