“Hygge”: Por Que os Dinamarqueses São o Povo Mais Feliz do Mundo?

Apesar de a Dinamarca ser um país frio e inóspito, localizado no norte da Europa, sabemos que seus habitantes são geralmente descritos como pessoas felizes. Talvez isso se deva às excelentes condições de vida do país: boas oportunidades de trabalho, economia estável e baixos índices de criminalidade.

O segredo da felicidade dos dinamarqueses, porém, vai além de meras questões materialistas. A língua dinamarquesa possui uma palavra que descreve perfeitamente a filosofia de vida desse povo: hygge.

 

Imagem: Unsplash

Embora hygge seja uma palavra existente tanto no dinamarquês como no norueguês, foi na Dinamarca que ela cobrou seu sentido mais forte. O significado dessa palavra poderia ser definido como “um clima de aconchego e acolhimento”. O adjetivo usado para descrever um momento ou pessoa que se encaixe nessa descrição é hyggeligt.

Em dinamarquês, hygge é pronunciado, de maneira aproximada, “ruga”.

A Dinamarca tem invernos muito longos e frios. As temperaturas podem passar dias sem subir dos 0°C, e a luz do sol só aparece por quatro horas diárias. Como os dinamarqueses precisam passar muito tempo fechados, eles passaram a buscar maneiras de se sentirem confortáveis e entretidos dentro de suas casas.

Isso não significa, porém, que os dinamarqueses vivam o hygge apenas no inverno. Ele deve ser vivido o ano todo!

Você não precisa seguir protocolos nem comprar nada para aprender a vivê-lo – basta passar a perceber e apreciar os momentos importantes da vida. Esses momentos podem ser solitários ou compartilhados, em casa ou na rua, grandes ou pequenos. O importante é reconhecê-los como aconchegantes e especiais. O hygge precisa ser sentido.

Sendo assim, não seria possível elaborar uma lista de passos a serem seguidos para sentir o hygge. Vamos refletir sobre algumas práticas cotidianas da Dinamarca:

 

1 – Há tempo para trabalhar e tempo para descansar

Imagem: Pixabay

Os dinamarqueses explicam que é fundamental saber empregar seu tempo de maneira sábia. É necessário saber ser eficiente e produtivo, mas também, encontrar um tempo para relaxar. Alguns minutos por dia são suficientes. Tomar uma xícara de café, fazer uma boa leitura, tomar um banho quente ou simplesmente descansar assistindo a uma série de Netflix, são todas boas práticas hygge. Vale esclarecer que jogar no celular não conta, pois segundo os dinamarqueses, o tempo gasto com dispositivos eletrônicos não é um momento de qualidade nem de de relaxamento.

 

Imagem: Pexels

2 – É muito importante sentir-se confortável em sua própria casa

Para sentir-se bem em casa, não é preciso gastar dinheiro com móveis ou decorações caros. É tudo sobre as pequenas coisas. Use uma toalha de mesa bonita, compre um vaso de flores, acenda uma vela, coloque uma boa música de fundo enquanto estiver cuidando de seu lar. As casas escandinavas são conhecidas no mundo todo por sua beleza simples, harmônica e de bom gosto.

 

 

 

 

3 – Receber seus seres queridos em casa pode ser muito prazeroso

Talvez ainda por causa do frio, os dinamarqueses também gostam muito de reunir-se com seus amigos e famílias em casa – diferente dos latinos, que gostam mais de sair. Muitos brasileiros reclamam de precisar lidar com sujeira e bagunça se receberem visitas. Por que não mudar essa perspectiva e passar a apreciar esses momentos hyggeligt sem se preocupar com os pratos que você terá que lavar?

 

4 – Evitar multidões é de grande ajuda

Você já percebeu que os dinamarqueses preferem reunir-se em grupos pequenos? Os brasileiros costumam ficar em grandes núcleos. Que tal seguir o exemplo deles e tentar passar um tempo com menos gente? Em tempos de quarentena e distanciamento social, nada melhor do que seguir essa dica. As conversas fluirão de maneira mais natural e controlada, e você poderá dar atenção a cada um deles de maneira especial e hyggeligt

 

5 – A comida afetiva é fundamental

O hygge também tem um aspecto nostálgico. A comida a ser consumida deve ter um valor afetivo, e não puramente ostensivo. Os dinamarqueses gostam de preparar e consumir grød, que é uma espécie de mingau que os lembra do conforto da infância.

Imagem: Pixabay

 

6 – Não adianta viver o hygge sem ser consciente dele!

Os dinamarqueses explicam que o hygge é sobre viver o presente e desfrutar do momento. De nada adianta vivermos um acontecimento especial ou feliz se não o identificamos ou apreciamos da maneira correta.

O hygge é simples: o que pode ser difícil é a consciência que se tem dele.

Por isso, muitos argumentam que não é possível viver esse sentimento ou filosofia sem estar na Dinamarca.

Mudar-se para a Dinamarca é, hoje, o sonho de muitos brasileiros que desejam viver em um país próspero, tranquilo e, acima de tudo, feliz.

Imagem: Unsplash

Se você almeja aprender o dinamarquês e poder iniciar uma aventura na Dinamarca, não hesite em entrar em contato conosco!