É Possível “Criar” Uma Nova Personalidade Falando Uma Nova Língua?

Para as pessoas que falam mais de uma língua, esse sentimento com certeza já é algo familiar: me sinto um outro alguém quando falo em outro idioma! – e esse é, sem sombra de dúvidas, um pensamento muito comum. Mas por quê:

a

A partir do momento em que aprendemos a falar, entramos também em contato com tudo o que abrange a cultura da nossa língua materna. No português brasileiro temos determinadas expressões e palavras que diretamente indicam algo ou alguém e nos familiarizamos com elas desde o primeiro contato, formando assim o nosso vocabulário linguístico. Entendemos que a expressão “lorota” significa uma mentira, uma “conversa fiada”, uma história sem pé ne cabeça contada para iludir determinado ouvinte porque convivemos com a mesma e existe todo um aparato cultural que a determina como tal. Não existe, entretanto, uma tradução literal para ela.

Da mesma forma nos acontece quando entramos em contato com um idioma estrangeiro: no escocês, por exemplo, encontramos uma palavra muito curiosa chamada “Plimpplamppletteren” que significa nada mais nada menos que o ato de jogar uma pedra em um rio e fazer com que ela bata o maior número de vezes sobre a superfície até cair. Para entender tal expressão precisaríamos estar de alguma forma dentro dessa cultura e provavelmente perto de um rio com algum nativo da língua explicando o seu significado. Tudo isso nos faz absorver uma nova ideia de mundo e consequentemente criamos um novo self.

b

Além da satisfação e realização pessoal, existem outros prós em falar esse outro novo idioma e de fato estar familiarizado com ele:

-  As chances de trabalhar em uma multinacional aumentam:

Muitas empresas perdem tempo e aproveitamento de um determinado profissional esperando que o mesmo se familiarize com a cultura local. Estar a frente desse obstáculo aumentam as possibilidades de sucesso profissional dentro da companhia.

- Aproveitar e conhecer melhor o país durante uma visita turística:

Estar submerso na cultura local através de expressões, palavras e gírias ajuda a conhecer lugares típicos da região e consequentemente ter uma visão mais completa do lugar que visita. Saber que nos EUA a expressão “food truck” quem em tradução literal significa “comida de caminhão” te ajudará a encontrar os melhores e maiores sanduíches em lanchonetes-móveis, ou seja, em um espaço móvel (um carro ou kombi) que transporta comida e que não são os convencionais fast foods que a grande maioria frequenta.

c

- Chances de criar uma maior rede de contatos:

Saber do que se trata sem usar a o prolixo da língua ajuda a manter relações pessoais que podem levar a construir uma boa rede de contatos. Nem todos somos tão formais em todos a todo. Saber utilizar dessa flexibilidade pode ser um grande ás na manga.

Ao entender uma nova língua ultrapassamos os nossos próprios pensamentos. Um idioma é carregado de novas estruturas e histórias, e são elas quem mantém a singularidade de cada um. Estar em contato com uma outra forma de falar e de se expressar é vestir uma nova lente e enxergar o mundo, é colocar-se no lugar do outro e entendê-lo em propriedade. No final você termina por se sentir um novo alguém.

Por que não estudar uma nova língua? Você pode não só aprender uma nova forma de se comunicar como também pode criar um uma nova e mais completa personalidade. Faça um teste de nível ou entre e contato com a Listen & Learn, e abra as portas para novos mundos!