O espanhol em suas diversas formas

O espanhol é um idioma muito rico e que esconde diversas nuances. Por ser língua oficial de 21 países, é claro que a linguagem vai mudando e se adaptando em cada local. E é aí que podemos perceber as diferenças, muitas vezes sutis, entre o castelhano de diversos países. É mais comum destacar somente o que difere entre o espanhol da Espanha e o da América Latina. Porém, o castelhano que ouvimos na Argentina e Uruguai pode ser bem diferente do da América central, por exemplo. É por isso que decidimos desvendar todas as nuances do espanhol e te explicar que por mais que sejam diferentes, continua sendo o mesmo idioma e que vale e muito a pena aprendê-lo!
spanish-375830_1920

Espanha - Espanhol europeu
Muitos estudantes de espanhol consideram o da Espanha como o mais fácil para aprender. Isso por conta da pronúncia um pouco mais clara e mais lenta. Uma diferença bem clara deste tipo de espanhol é a pronúncia do "LL". A palavra "Llover", por exemplo, na Espanha o "LL" tem o som de "LH". Portanto, a fala ficaria "Lhover". Em outros países que falam espanhol isso muda bastante. Outra característica bem forte é o uso de "Vosotros" ao invés de "Ustedes" em contextos informais. E também o uso de "Tu" e "Eres" ao invés de "Vos" e "Sos" (muito característico na Argentina e no Uruguai).

Argentina e Uruguai
O espanhol dos nossos hermanos do Mercosul pode ser bem complicados para os brasileiros. Isso ocorre porque eles falam de uma forma um pouco mais "enrolada" e muito rápido também. Outra coisa que pode confundir bastante é o som do "LL" e o do "Y" que parece mais com o do "J". Como por exemplo, a palavra "Playa" é pronunciada "Plaja" e a palavra "Calle" acaba soando como "Caje". Por último, os argentinos e uruguaios usam o "Vos" para dizer "Tu" e o "Sos" para dizer "Eres". Vale lembrar que o sotaque de lá foi bastante modificado pois foram dois territórios que receberam muita imigração italiana, o que acabou influenciando no idioma.

México e América Central
O sotaque no México acaba sendo mais fácil para os brasileiros do que o que encontramos na Argentina ( e isso não se deve somente a popularização das novelas mexicanas no Brasil não...É brincadeira!). Os mexicanos falam de uma forma mais melódica e acabam pronunciando o "z" ao invés do "s" em frases que o "s" vem antes de uma consoante que não seja muda. Como por exemplo, em "Es la mejor", eles pronunciam "Ezla mejor". Na América Central, as pessoas acabam trocando a letra "r" no final das frases pelo "l", como vemos em "Actor" - que soa como "Actol". Outra característica é quando o "r"e o "s" são suprimidos - e acaba sendo pronunciado como um h - é o que percebemos na palavra "Largo" que acaba sendo falada "Lahgo".

books-1750774_1920

Claro que além de tudo isso, existe a questão do vocabulário. Por isso, preparamos uma lista de diferenças de vocabulário entre os diversos países que tem o espanhol como idioma oficial:
Apartamento - Piso (Espanha), departamento ou apartamento (América Latina)
Computador - Ordenador (Espanha), Computadora (América Latina)
Carro - Coche (Espanha), Auto ou Carro (América Latina)
Elevador - Ascensor (Espanha), Elevador (América Latina)
Feijão - Judías (Espanha), Porotos (Argentina), Frijoles (América Latina)
Ônibus -  Autobús (Espanha), Colectivo (Argentina), Liebre (Chile), Camión (México), Guagua (Cuba)
Piscina - Piscina (Espanha), Alberca (México), Pileta (Argentina)
Celular - Móvil (Espanha), Celular (América Latina)

Depois de aprender mais sobre os tipos de espanhol, queremos saber qual deles você acha o mais bonito? E qual você mais se identifica para aprender? Saiba que na Listen & Learn Brasil nós temos os melhores professores para te ensinarem todo tipo de espanhol! Faça um teste de nível online e GRATUITO e venha estudar com a gente!